skip to Main Content
Curso Nutrição De Gado De Corte

Curso nutrição de gado de corte

A nutrição perfeita do animal é primordial, contribui para uma vida salutar, se desenvolve e ganha peso normalmente. Então conheça mais com o Curso Nutrição de Gado de Corte

Gado de corte – Curso Nutrição de Bovinos de Corte – Na pecuária, abastecer aos animais com comida, simplesmente, não quer dizer que eles estejam sendo alimentados com perfeição. No curso nutrição de gado de corte, o interessado terá aprendizagem sobre esses ricos detalhes, como manejo nutricional e ajuste de alimentos.  Isso significa que precisam ser preparados obedecendo técnicas corretas e financeiramente acessível. Para tanto, são analisados diversos aspectos como os fins da criação; a categoria do bovino a ser alimentado e a disponibilidade  de alimentos. Curso nutrição animal bovinos.

Curso nutrição de gado de corte

Informações e MATRÍCULA

—>  Mais cursos na área de bovinos

—>  Cursos econômicos

Livros e Audiolivros

Baseado nos itens mencionados acima, neste curso, serão abordados relevantes princípios sobre nutrição a pasto, como as propriedades nutricionais dos alimentos. E também as carências nutricionais dos bovinos. Haverá abordagens sobre as espécies de alimentos com mais interesse para a pecuária e como proceder o equilíbrio de dietas.

Curso nutrição de gado de corte – Bovinos de corte: nutrientes

A nutrição animal é indispensável para manter o bovino com saúde, se desenvolvendo e ganhando peso sempre.

Para que o bovino se conserve vivo, produzindo e procriando de maneira financeiramente viável, é preciso lhes fornecer os nutrientes adequados. O cálcio, as proteínas, minerais, vitaminas, gordura, açúcares e água são ingredientes que compõem a dieta do gado de corte. Elementos esses, que precisam ser em porções combinadas, obedecendo um determinado equilíbrio, que modifica de acordo com o tipo de animal. Contribuindo assim, para que eles exerçam as suas atividades vitais.

Para se alcançar um bom resultado na aplicação dos nutrientes, é recomendável que o produtor conheça sobre as classificações dos nutrientes. Ele deve saber também sobre as espécies de alimentos que integram a dieta do gado de corte.

Curso nutrição de gado de corte – O que são os glicídios e lipídios

Os glicídios também conhecidos por carboidratos, são encontrado no amido, no açúcar e muito também na celulose. Eles são componentes sintetizados pelos vegetais clorofilados, ao ocorrer a fotossíntese, que é um acontecimento no qual a energia solar é acumulada. Isso ocorre num ato em que se estabelece a combinação do gás carbônico da atmosfera e a água. Logo, existe grande porção de hidrogênio, carbono e oxigênio nessa combinação.

Contendo açúcar e amido em quantias maiores, os alimentos são denominados de energéticos, devido assegurar o provimento de energia mais ligeiramente para o animal. Enquanto que a celulose é de digestão mais trabalhosa e requer mais tempo e energia para que haja aproveitamento no organismo dos bovinos. O organismo dos bovinos tem condições de fazer melhor uso desses alimentos, por causa da digestão microbiana que sucede no rúmen. A energia tirada desses nutrientes é utilizada pelo organismo dos animais para o bom andamento de seus processos vitais. No desempenho dos órgãos, na movimentação e também na geração de calor. 

Lipídios conhecidos como gorduras, são insolúveis em água, de origem vegetal ou animal e são de categoria oleosas, óleos (líquidos) e gordurosas, gorduras sólidas. Uma de suas qualidades mais importante é o fato de reter em sua composição, porções maiores de energia. Os lipídios têm capacidade de oferecer o dobro de energia que os carboidratos fornecem. Contudo, esses alimentos  são complicados, com digestão que apresenta mais dificuldade que os açúcares e carboidratos e mais facilidade que a celulose.

Os lipídios são indispensáveis para: 

  • Oferecer mais quantidade de calorias por grama;
  • Conduzir as vitaminas lipossolúveis (vitaminas A, D, E e K);
  • Aprimorar o paladar dos alimentos;
  • Prover ácidos graxos essenciais.

Explicações sobre as proteínas

As proteínas têm em sua composição, átomos de hidrogênio (6,5 a 7,3%), de carbono (51 a 55%) e oxigênio (21,5 a 23,5%), que é o caso dos glicídios e lipídios. Elas têm também nitrogênio (15,5 a 18,0%). São constituídas por várias  combinações de aminoácidos (denominados também de ácidos orgânicos), os quais não são sintetizados nos órgãos dos animais, só nos vegetais. É por essa razão que o gado bovino precisa consumir aminoácidos contidos nos vegetais, e com isso sintetizarem suas próprias proteínas.

Dentro do organismo dos bovinos, acontece um importante processo de síntese de proteínas. Ele é realizado por microrganismos existentes no aparelho digestivo que vivem e se desenvolvem em órgãos como o retículo e o rúmen. Os bovinos utilizam essa proteína sintetizada pelos microrganismos. No animal elas se aproveitam como elementos estruturais. Agem nos órgãos internos, são responsáveis por grande  parte dos músculos, tecido cartilaginoso e conjuntivo. Também constituem a pele e os pelos, órgãos externos.

As vitaminas essenciais para os bovinos

As funções das vitaminas no metabolismo do bovino são muito próprias (têm uma atividade catalítica nos processos celulares). Elas podem ser trocadas umas pelas outras, apesar de que as porções diárias essenciais são pequenas. Quase todas as vitaminas necessárias aos bovinos estão aplicadas em quantidades apropriadas, na dieta básica de grãos ou forrageiras, ou mesmo sintetizadas em seus rúmens. Confira abaixo as vitaminas principais:

Para que serve as vitaminas A, D, E e K

  • Para que serve a vitamina A: Propícia para a proteção de pele e mucosas; atribuição fundamental na função da retina, órgãos de procriação e no crescimento dentário e ósseo;
  • A presença da vitamina D: O animal estando sempre exposto ao sol, não terá carência desta vitamina. Incumbida pelo absorvimento intestinal de cálcio;
  • Qualidade antioxidante da vitamina E: Tem uma qualidade antioxidante, incentiva o absorvimento de vitamina A e auxilia na parte de imunidade no geral;
  • Vitamina k: Tem muita importância na coagulação sanguínea.

Utilidade das vitaminas C, B1 e B

  • Vitamina C: É parte do tecido conjuntivo e da pele; produz o elemento orgânico de dentes/ossos. Sua falta provoca má cicatrização de feridas e deformações ósseas;
  • Vitamina B1 (Tiamina): Funciona como coenzima em variados processos enzimáticos. A ausência dela causa a falta de apetite e consequentemente a perda de peso, levando até à fraqueza e até morte.
  • Vitamina B¨(Piridoxina): Esta vitamina age como coenzima  na transformação de aminoácidos. A escassez desta vitamina, mesmo não sendo comum ocorrer, pode motivar o espessamento na pele das orelhas, deixando o pelo rugoso. Deixa o animal anêmico e com degeneração dos nervos.

Você pode ter ricas informações sobre a alimentação de gado de corte, como detalhes sobre os minerais e atividades metabólicas do organismo bovino. Conhecer  os grupos de minerais (macroelementos e microelementos) e muito mais, fazendo o Curso Nutrição de Gado de Corte.

Conheça os demais cursos de Agronegócio (bovinos, gado de corte) e outras áreasNavegue no site

Outros cursos na área de bovinos – Gado de corte

Curso a distância Alimentação de Bovinos de Corte

Bovinos de Corte em Confinamento – Manejo e Gerenciamento curso ead

Curso pela internet Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte

Cria de Bezerros de Corte curso pela internet

Curso ead Melhoramento Genético de Gado de Corte

Terminação de Bovinos em Pasto Curso ead 

Gestão na Pecuária de Corte curso a distância

Curso Recria de Bezerros de Corte online

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top